segunda-feira, 18 de julho de 2011

As empacotadoras e a bolsa de pano


Semana passada fui ao mercado com meu marido e sai com uma impressão estarrecedora.
Chegamos tarde e estava vazio, então tinham umas 3 meninas no caixa esperando para colocar minhas compras nas ultrapassadas sacolas plásticas. Logo avisei que não eram necessárias, porque usaria a minha sacola de pano e comecei eu mesma a guardar as compras. Eram poucos itens, mas quando a caixa passou os frios, uma delas me perguntou se eu não queria colocar as coisas de geladeira em uma sacolinha para não molhar a bolsa. Respondi que não era necessário, pois depois era só jogar a bolsa de pano na máquina de lavar. As 3 se entreolharam e riram sem entender minha lógica.
Sai pensando no caso dos analfabetos funcionais. Com tanta informação por ai, elas ainda não entenderam porque não devemos usar as sacolas plásticas!

4 comentários:

Ana Paula - Journal de Béatrice disse...

So para dizer que aqui na FR (e boa parte da Europa, acredito) não ha empacotadores nos caixas do supermercado. Estar com a sacolinha a postos e colocar (a gente mesmo faz isso) as compras dentro dela é fundamenal para a fila andar : )
se cada um agisse dessa maneira tenho certeza que os dias dos empacotadores de supermercado estarão contados.

Mutante disse...

as reações para as sacolas retornáveis são as mais variadas, mas a maior parte delas ainda são de estranhamento, parece que vc é um et. alguns supermercados como o Sonda aqui em São Paulo, a moça do caixa faz cara feia pois ela já tem aquele suporte de sacolinha plástica onde ela vai passando e vai jogando tudo lá dentro (aliás elas colocam 2 ítens por sacola). Daí quando vc diz que vai colocar na sacola retornável ela simplesmente se embanana toda e fica com a maior cara feia... só vai rolar com a proibição de sacolas, a grande maioria tá se lixando pra natureza, só pensa no seu próprio benefício...

Blog da Lili disse...

Cris, aqui em BH já é proibido por lei o uso de sacolinhas plásticas nos supermercados e demais lojas do varejo. O belorizontino se adaptou muito bem à ideia e eu amei. Só que ainda vejo pessoas resistentes ao uso das ecobags e, na maioria das vezes, são pessoas sem muita instrução. Resumindo, há uma cultura de sacolinha por aí, arraigada na falta de educação ecológica. Falta que existe, pra começar, nas escolas públicas, onde ainda não colocaram essa disciplina como obrigatoriedade no currículo. Não sou uma "verde" ou militante, mas acredito que há mudanças extremamente necessárias ao comportamento humano para que o planeta continue bonito e não sofra, pois todos os seres tem direito à vida. Mas o que me indignou mesmo foi ouvir um comercial numa rádio fm aqui, feito pela associação das indústrias de plástico, em prol do uso das irritantes e superpoluente sacolinhas. Sabe qual é a pergunta que eles tem coragem de botar no fim do audio? "Sacolinhas plásticas: imagine a sua vida sem elas". Pois digo que a minha vai muito bem, obrigada. E a do planeta também irá, se abolirmos essa coisinha esvoaçante dos supermercados. E do subsolo, dos rios, dos mares...

Cristiane Iannacconi disse...

é, meninas.
tão dispensável qt as sacolas são os empacotadores.
acho meio idiota ter alguem ali só p colocar minhas comprinhas numa sacola p mim.
tb não queria me sentir constrangida ao sair do caixa sem as sacolas plásticas...
mas com o tempo as coisas vão mudar.
é só a gente agir.